Como voce percebe o AGORA?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  mmartins em Ter 02 Nov 2010, 10:51 am

Olá,

Como voce percebe o AGORA?

PAZ
avatar
mmartins

Mensagens : 228
Data de inscrição : 31/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Farpa em Qua 03 Nov 2010, 3:43 pm

Publicada em 27 de Outubro de 2010
2029 - Não nos faremos visíveis para satisfazer “egos”

Do Planeta Patrulha monitoramos a Terra, e nenhuma criatura não autorizada entrará ou deixará o Planeta.

As atividades das "Naves de Resgate" aceleram-se e as "Naves Prisões", repletas de rebeldes, deixam a Terra em comboios.

Destinos diferentes para as almas rebeladas, mas todas ao exílio.

As "Naves de Combate" flutuam sobre os campos de luta, sustentando os Guerreiros da Luz, auxiliando-os em sua defesa e em seu restabelecimento corporal.

As "Naves Laboratório" recebem as plantas e os animais que serão transferidos do Planeta e aqueles que povoarão a Nova Terra.

"Naves" sustentam o eixo da Terra; as "Naves Auxiliares" pairam próximo ao Planeta e as "Naves Mães" permanecem vigilantes.

Não nos faremos visíveis para satisfazer egos.

Somos vistos por aquele que tem fé.

Deveis nos buscar com os olhos da alma, pois no plano físico só nos avistareis quando do último suspiro na Terra.

Avante Guerreiros! Sanear a Terra é preciso.

Corações unidos, mãos laboriosas, lutemos em nome do Cristo.

Vosso irmão,

Yury

Extraterrestre Comandante da Missão Resgate da Terra

GESH – 17/07/2010 – Vigília Abrigo Servos de Jesus – Vila Velha, ES – Brasil
http://www.extraseintras.com.br/mensagens.asp?s=1&ident=2106

Farpa

Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  mmartins em Sex 05 Nov 2010, 12:05 pm

Voce acredita que o AGORA é o presente?
avatar
mmartins

Mensagens : 228
Data de inscrição : 31/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Convidad em Sex 05 Nov 2010, 12:43 pm

Olá Nefes Queops!! sim eu acredito que o agora é o presente e tudo pode ser mudado no agora...
Trago um texto muito bom falando desse assunto...

Raios de Luz.

Viver no Agora

Aalooôõo… Estás acordado? …

Quantos de nós vivemos meio vegetais perdidos nos emaranhados do espaço-tempo? Quanto somam os que ainda não despertaram?

A maior parte vive de recordações ou de sonhos. Quantos de nós vivemos no real? Será que tu também és daqueles que vive no passado? Lembrando as derrotas e os fracassos como se fossem as cicatrizas da guerra que faz o teu Eu! Revivendo as vitórias de outrora como se isso fosse o teu melhor!

Ou projectando no futuro a paz e o conforto como se ainda faltasse qualquer coisa para lá chegar: “Quando eu conseguir isto ou aquilo, então ficarei bem! Quando tiver a minha casa, ou o meu carro, aí vou conseguir, porque já terei condições”.

Que erro colossal!

Sim, eu sei que há razões, que existe o medo. O grande medo primordial que nasce da sensação de que traímos o Pai quando provámos da árvore proibida e ‘fomos convidados a saír’ do Jardim. A partir desse momento trazemos connosco uma matriz do anti-Amor (como de isso existisse) completamente desenvolvida pelo eu-inferior (Ego) para tentar viver sem a realidade de Deus. Sim, porque se ele admite que o Pai existe, então vem o sentimento de pecado e de culpa.

Na sua senda desesperada de tomar o controlo dos nossos corpos (Mental, Emocional e Físico -para simplificar-) para se poder manifestar e fugir da presença do Ser, o Ego cria um mundo ilusório, baseado nas experiências da vida mas vistas pelo lado negativo, onde ele pode afirmar com toda a convicção: “Vês? Não existe Deus nenhum! Tu não és nada divino!”.

Acontece ‘quando estamos distraídos, como quando uma tarefa rotineira permite ligar um certo ‘piloto automático e deixa que o Ego use os corpos a que não estamos atentos. Por exemplo quando conduzimos e estamos com ‘a mente longe’, ou temos gestos involuntários e aparentemente contrários ao que queríamos fazer. Diz-se nestes casos que ‘os corpos não estão alinhados’ em termos de presença. Eu explico melhor: Se estiveres a descascar batatas há duas horas, a certa altura (se não estiveres completamente presente no Agora) é natural que o teu corpo emocional comece a dizer «estou um bocado farto disto…». Ao mesmo tempo o teu corpo mental, que já estava a pensar ‘na morte da bezerra’ há cerca de uma hora, é chamado a decidir o que pensar daquela emoção. Durante estes segundos (ou horas, não interessa realmente) o teu corpo físico esteve sempre fielmente a cortar as batatas. Como se compreende, cada corpo energético está para seu lado em vez de estarem em uníssono no Aqui e Agora.

Se já tentaste livrar-te de um vício ou mau-hábito, sabes o que é dizer “Amanhã é que vai ser! Amanhã começo mesmo! A sério!” ou -pior ainda- “Sempre fui assim… Jamais me vou endireitar…”. Até ao dia em que uma ‘voz’ no fundo de ti diz: “Porque não paras já?! Porque não começas agora?! Tu queres a Paz Agora, ou amanhã?”

No dia e hora em que se toma a consciência de que o único momento que existe é o Presente, o Eterno Agora, revela-se uma realidade superior, divina, transcendente. Começa uma nova faceta da nossa caminhada em direcção à expansão espiritual.

O único momento que existe é o agora. O passado e o futuro são os apoios do ego. Por isso não se pode estar no presente, enquanto nos identificarmos com a mente. Iluminação significa elevar-se além do pensamento. Viver no AGORA.

Quando começaste a ler este texto, lembraste-te de que podias reconhecer as doutrinas secretas de outrora? Reconheceste que não existem limites e que nós somos divinos? Nem por uns momentos? Lembras-te agora de que não há nada que eu possa saber que tu não possas saber também? Que estamos ligados? Que sempre soubeste isto mas nunca aplicaste na prática?

Acordemos então para o único momento que existe, o presente.

Por que esperas? Agora é o momento!

Miguel Mateus, Set. 2003

O Poder do Agora


“A identificação do leitor com a sua mente cria uma divisão opaca de conceitos, rótulos, imagens, palavras, juízos e definições, que bloqueia todo o relacionamento verdadeiro. Interpõe-se entre o próprio leitor, entre o leitor e o próximo, entre o leitor e a sua natureza, entre o leitor e Deus.

É esta divisória de pensamento que gera a ilusão de afastamento, a ilusão de que há o leitor e um «outro» completamente distinto. Nessa altura, o leitor esquece o facto essencial de que, sob o nível da aparência física e das formas separadas, o leitor é uno com tudo o que existe.

A mente é um instrumento maravilhoso se usado adequadamente. No entanto, quando utilizada de forma errada, torna-se muito destrutiva. Para ser mais preciso, não se trata tanto de o leitor usar a mente de forma errada; em geral, o leitor nem sequer a utiliza. Ela é que o usa a si. É esta a doença. O leitor acredita que é a sua mente. É esse o engano. O instrumento apoderou-se de si.

A liberdade começa com a confirmação de que não se é o «pensador».

No momento em que a pessoa começa a observar o pensador, desperta um nível superior de consciência. Nessa altura, começa a perceber que existe um vasto domínio de inteligência além do pensamento, que este é apenas um ínfimo aspecto dessa inteligência.

A pessoa entende ainda que todas as coisas que realmente importam (a beleza, o amor, a criatividade, a alegria, a paz interior) nascem de além da mente.

A pessoa começa a despertar.”

* * *


“O INÍCIO DA LIBERDADE é a percepção de que o leitor não é a entidade que possui – o pensador. Sabê-lo permite-lhe observar a entidade. Na altura em que o leitor começar a observar o pensador, desperta um nível superior de consciência.”

* * *

"Grande parte da dor do ser humano é desnecessária. É criada pela própria pessoa enquanto a mente inobservada controlar a sua vida. A dor que o leitor gera agora é sempre uma forma de não-aceitação, uma forma de resistência inconsciente ao que é. Ao nível do pensamento, a resistência é um certo tipo de juízo. Ao nível emocional, é um certo tipo de negativismo. A intensidade da dor depende do grau de resistência ao momento presente que, por sua vez, depende da força com que o leitor se identifica com a mente. Esta procura sempre negar e fugir do Agora. Por outras palavras, quanto mais o leitor se identificar com a mente, mais sofre.

Pratique primeiro, conforme lhe disse, com as pequenas coisas. O alarme do carro, o ladrar do cão, os gritos das crianças, o engarrafamento. Em lugar de ter uma parede de resistência por dentro, que é atingida constante e dolorosamente por coisas que "não deviam estar a acontecer", deixe que tudo passe através de si. Alguém lhe diz algo rude ou com intenção de o magoar. Em vez de entrar numa reacção inconsciente ou em negativismos, por exemplo com ataques, defesas ou recuos, deixe que passe imediatamente através de si. Não ofereça resistência. É como se não existisse ninguém a quem magoar. Isso é perdão. Deste modo, o leitor torna-se invulnerável.

Ao nível do Ser, todo o sofrimento é reconhecido como uma ilusão. O sofrimento deve-se à identificação com a forma. Os milagres de cura acontecem através desta percepção, ao despertarem a consciência do Ser nos outros... se estiverem preparados para isso. A misericórdia é a consciência de um elo profundo entre o leitor e todas as criaturas. Na próxima vez que disser "não tenho nada a ver com esta pessoa", lembre-se de que têm muito em comum: dentro de alguns anos (dois anos ou setenta anos, não faz grande diferença) tornar-se-ão os dois cadáveres em decomposição, depois pó e a seguir nada de nada".

* * *

Nada seria sem espaço e, no entanto, o espaço nada é. Antes do universo ter entrado em existência, antes do "big-bang" se preferires, não havia um vasto espaço vazio à espera de ser preenchido. Havia apenas o Não-Manifesto - o Um. Quando o Um se tornou nas "dez mil coisas", foi como se de repente o espaço estivesse ali e permitisse que a multiplicidade fosse. De onde veio o espaço? Terá sido criado por Deus para acomodar o Universo? É claro que não. O espaço é coisa nenhuma, portanto, nunca foi criado.

Sai para a rua numa noite límpida e olha para o céu. Os milhares de estrelas que podes enxergar a olho nu não passam de uma simples fracção centesimal do que existe nele. Mil milhões de galáxias já podem ser detectadas por meio dos mais poderosos telescópios, cada galáxia é um "universo ilha" contendo milhares de milhões de estrelas. E, no entanto, o que é ainda mais assombroso é a infinidade do próprio espaço, a profundidade e a quietude que permite que toda essa magnificência seja. Nada é mais assombroso e majestoso do que a vastidão e a quietude inconcebível do espaço e, no entanto, o que é ele? Vacuidade, vasta vacuidade.

O que nos aparece como espaço no nosso Universo percebido através da mente e dos sentidos é o próprio Não-Manifesto exteriorizado. É o "corpo" de Deus. E o maior milagre é este: essa quietude e vastidão que permite ao Universo ser não está apenas lá fora no espaço - está também dentro de
ti.[/b][/i]

* * *

flower Arrow I love you

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  mmartins em Sex 05 Nov 2010, 1:09 pm

OiRaio,

Vou responder no prórpio texto se me permite.

PAZ



Raio de luar escreveu:Olá Nefes Queops!! sim eu acredito que o agora é o presente e tudo pode ser mudado no agora...
Trago um texto muito bom falando desse assunto...

Raios de Luz.

Viver no Agora

Aalooôõo… Estás acordado? …

Quantos de nós vivemos meio vegetais perdidos nos emaranhados do espaço-tempo? Quanto somam os que ainda não despertaram?

Espaço-tempo? O tempo sequer existe, não existe passado, presente o futuro, existe o AGORA, o ETERNO AGORA, onde tudo acontece num infinitesimal de "tempo", basta que tenha um observador.


A maior parte vive de recordações ou de sonhos. Quantos de nós vivemos no real? Será que tu também és daqueles que vive no passado? Lembrando as derrotas e os fracassos como se fossem as cicatrizas da guerra que faz o teu Eu! Revivendo as vitórias de outrora como se isso fosse o teu melhor!

È, isso gera as crenças, é "terrível", nos afastat de quem somos.

Ou projectando no futuro a paz e o conforto como se ainda faltasse qualquer coisa para lá chegar: “Quando eu conseguir isto ou aquilo, então ficarei bem! Quando tiver a minha casa, ou o meu carro, aí vou conseguir, porque já terei condições”.

Que erro colossal!

Não gosto da palavra erro, gosto da palavras equívoco de percepção.


Sim, eu sei que há razões, que existe o medo.

Isso é engraçado, o medo sequer existe, embora insistimos que ele exista de fato.

O grande medo primordial que nasce da sensação de que traímos o Pai quando provámos da árvore proibida e ‘fomos convidados a saír’ do Jardim. A partir desse momento trazemos connosco uma matriz do anti-Amor (como de isso existisse) completamente desenvolvida pelo eu-inferior (Ego) para tentar viver sem a realidade de Deus. Sim, porque se ele admite que o Pai existe, então vem o sentimento de pecado e de culpa.

Concordo plenamente.

Na sua senda desesperada de tomar o controlo dos nossos corpos (Mental, Emocional e Físico -para simplificar-) para se poder manifestar e fugir da presença do Ser, o Ego cria um mundo ilusório, baseado nas experiências da vida mas vistas pelo lado negativo, onde ele pode afirmar com toda a convicção: “Vês? Não existe Deus nenhum! Tu não és nada divino!”.

Ah, é esse o EGO, ele sabe bem como fazer isso.

Acontece ‘quando estamos distraídos, como quando uma tarefa rotineira permite ligar um certo ‘piloto automático e deixa que o Ego use os corpos a que não estamos atentos. Por exemplo quando conduzimos e estamos com ‘a mente longe’, ou temos gestos involuntários e aparentemente contrários ao que queríamos fazer. Diz-se nestes casos que ‘os corpos não estão alinhados’ em termos de presença. Eu explico melhor: Se estiveres a descascar batatas há duas horas, a certa altura (se não estiveres completamente presente no Agora) é natural que o teu corpo emocional comece a dizer «estou um bocado farto disto…». Ao mesmo tempo o teu corpo mental, que já estava a pensar ‘na morte da bezerra’ há cerca de uma hora, é chamado a decidir o que pensar daquela emoção. Durante estes segundos (ou horas, não interessa realmente) o teu corpo físico esteve sempre fielmente a cortar as batatas. Como se compreende, cada corpo energético está para seu lado em vez de estarem em uníssono no Aqui e Agora.

Não temos que pensar nada, apenas SER. O Silêncio.


Se já tentaste livrar-te de um vício ou mau-hábito, sabes o que é dizer “Amanhã é que vai ser! Amanhã começo mesmo! A sério!” ou -pior ainda- “Sempre fui assim… Jamais me vou endireitar…”. Até ao dia em que uma ‘voz’ no fundo de ti diz: “Porque não paras já?! Porque não começas agora?! Tu queres a Paz Agora, ou amanhã?”

O amanhã? Eu não faço idéia do amanhã, tb uma ilusão.

No dia e hora em que se toma a consciência de que o único momento que existe é o Presente, o Eterno Agora, revela-se uma realidade superior, divina, transcendente. Começa uma nova faceta da nossa caminhada em direcção à expansão espiritual.

Ops, Presente e Eterno Agora são cosias diferentes.
No AGORA não existe tempo, existe onde voce esta focado, não em pensamentos, mas contemplando a Criação que vem de voce e volta para voce, voce simplesmente É, a noção de tempo desaparece.


O único momento que existe é o agora. O passado e o futuro são os apoios do ego. Por isso não se pode estar no presente, enquanto nos identificarmos com a mente. Iluminação significa elevar-se além do pensamento. Viver no AGORA.

Passado, futuro e presente são apoios do EGO. Ele vai dizer, tá vendo,mestou no presente e mesmo assim voce não se ilumna. É sútil, mas ele é danado.

Quando começaste a ler este texto, lembraste-te de que podias reconhecer as doutrinas secretas de outrora? Reconheceste que não existem limites e que nós somos divinos? Nem por uns momentos? Lembras-te agora de que não há nada que eu possa saber que tu não possas saber também? Que estamos ligados? Que sempre soubeste isto mas nunca aplicaste na prática?

Perfeito.

Acordemos então para o único momento que existe, o presente.

Ops, O AGORA.

Por que esperas? Agora é o momento!

Miguel Mateus, Set. 2003

O Poder do Agora


“A identificação do leitor com a sua mente cria uma divisão opaca de conceitos, rótulos, imagens, palavras, juízos e definições, que bloqueia todo o relacionamento verdadeiro. Interpõe-se entre o próprio leitor, entre o leitor e o próximo, entre o leitor e a sua natureza, entre o leitor e Deus.

É esta divisória de pensamento que gera a ilusão de afastamento, a ilusão de que há o leitor e um «outro» completamente distinto. Nessa altura, o leitor esquece o facto essencial de que, sob o nível da aparência física e das formas separadas, o leitor é uno com tudo o que existe.

A mente é um instrumento maravilhoso se usado adequadamente. No entanto, quando utilizada de forma errada, torna-se muito destrutiva. Para ser mais preciso, não se trata tanto de o leitor usar a mente de forma errada; em geral, o leitor nem sequer a utiliza. Ela é que o usa a si. É esta a doença. O leitor acredita que é a sua mente. É esse o engano. O instrumento apoderou-se de si.

Sim, a mente deve ser um instrumento, nós nao somos a mente

A liberdade começa com a confirmação de que não se é o «pensador».

No momento em que a pessoa começa a observar o pensador, desperta um nível superior de consciência. Nessa altura, começa a perceber que existe um vasto domínio de inteligência além do pensamento, que este é apenas um ínfimo aspecto dessa inteligência.

A pessoa entende ainda que todas as coisas que realmente importam (a beleza, o amor, a criatividade, a alegria, a paz interior) nascem de além da mente.

A pessoa começa a despertar.”

* * *


“O INÍCIO DA LIBERDADE é a percepção de que o leitor não é a entidade que possui – o pensador. Sabê-lo permite-lhe observar a entidade. Na altura em que o leitor começar a observar o pensador, desperta um nível superior de consciência.”

* * *

"Grande parte da dor do ser humano é desnecessária.

Creio que toda a dor é desnecessaria, nisso eu não concordo com Tolle. Grande parte é coisa de crença tb. Estão vendo como nossa mente é ardilosa.

É criada pela própria pessoa enquanto a mente inobservada controlar a sua vida. A dor que o leitor gera agora é sempre uma forma de não-aceitação,

Ah, essa palavras é uma chave, aceitação.


uma forma de resistência inconsciente ao que é. Ao nível do pensamento, a resistência é um certo tipo de juízo.

Perfeito.

Ao nível emocional, é um certo tipo de negativismo. A intensidade da dor depende do grau de resistência ao momento presente que, por sua vez, depende da força com que o leitor se identifica com a mente. Esta procura sempre negar e fugir do Agora. Por outras palavras, quanto mais o leitor se identificar com a mente, mais sofre.

Ele não sofre, a mente sofre, Ele continua queito e sorridente.

Pratique primeiro, conforme lhe disse, com as pequenas coisas. O alarme do carro, o ladrar do cão, os gritos das crianças, o engarrafamento. Em lugar de ter uma parede de resistência por dentro, que é atingida constante e dolorosamente por coisas que "não deviam estar a acontecer", deixe que tudo passe através de si.

Eu fiz esse teste quando li esse livro. É simples assim, deixe tudo passar, aceite, não segure, não retenha.

Alguém lhe diz algo rude ou com intenção de o magoar. Em vez de entrar numa reacção inconsciente ou em negativismos, por exemplo com ataques, defesas ou recuos, deixe que passe imediatamente através de si. Não ofereça resistência. É como se não existisse ninguém a quem magoar. Isso é perdão. Deste modo, o leitor torna-se invulnerável.

Ao nível do Ser, todo o sofrimento é reconhecido como uma ilusão. O sofrimento deve-se à identificação com a forma. Os milagres de cura acontecem através desta percepção, ao despertarem a consciência do Ser nos outros... se estiverem preparados para isso. A misericórdia é a consciência de um elo profundo entre o leitor e todas as criaturas. Na próxima vez que disser "não tenho nada a ver com esta pessoa", lembre-se de que têm muito em comum: dentro de alguns anos (dois anos ou setenta anos, não faz grande diferença) tornar-se-ão os dois cadáveres em decomposição, depois pó e a seguir nada de nada".

* * *

Nada seria sem espaço e, no entanto, o espaço nada é. Antes do universo ter entrado em existência, antes do "big-bang" se preferires, não havia um vasto espaço vazio à espera de ser preenchido. Havia apenas o Não-Manifesto - o Um. Quando o Um se tornou nas "dez mil coisas", foi como se de repente o espaço estivesse ali e permitisse que a multiplicidade fosse. De onde veio o espaço? Terá sido criado por Deus para acomodar o Universo? É claro que não. O espaço é coisa nenhuma, portanto, nunca foi criado.

Sai para a rua numa noite límpida e olha para o céu. Os milhares de estrelas que podes enxergar a olho nu não passam de uma simples fracção centesimal do que existe nele. Mil milhões de galáxias já podem ser detectadas por meio dos mais poderosos telescópios, cada galáxia é um "universo ilha" contendo milhares de milhões de estrelas. E, no entanto, o que é ainda mais assombroso é a infinidade do próprio espaço, a profundidade e a quietude que permite que toda essa magnificência seja. Nada é mais assombroso e majestoso do que a vastidão e a quietude inconcebível do espaço e, no entanto, o que é ele? Vacuidade, vasta vacuidade.

O que nos aparece como espaço no nosso Universo percebido através da mente e dos sentidos é o próprio Não-Manifesto exteriorizado. É o "corpo" de Deus. E o maior milagre é este: essa quietude e vastidão que permite ao Universo ser não está apenas lá fora no espaço - está também dentro de
ti.[/b][/i]

* * *

flower Arrow I love you

--
PAZ
Néfes Quéops
avatar
mmartins

Mensagens : 228
Data de inscrição : 31/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: COMO VOCE PERCEBE O AGORA?

Mensagem  Convidad em Sex 05 Nov 2010, 1:33 pm

Olá Nefes!! esqueci de colocar a fonte onde se encontra esses textos que trouxe.
F
ique na paz.



http://www.miguelmateus.com/o_poder_do_agora.htm flower I love you Arrow

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  mmartins em Sex 05 Nov 2010, 3:33 pm

Foi dito

Ops, Presente e Eterno Agora são cosias diferentes.
No AGORA não existe tempo, existe onde voce esta focado, não em pensamentos, mas contemplando a Criação que vem de voce e volta para voce, voce simplesmente É, a noção de tempo desaparece.


Embora pareçam a mesma "entidade", como voce percebe a diferença do AGORA e do PRESENTE?
avatar
mmartins

Mensagens : 228
Data de inscrição : 31/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Grazyela em Sex 05 Nov 2010, 7:16 pm

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...

Mario Quintana

avatar
Grazyela

Mensagens : 73
Data de inscrição : 01/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Farpa em Qua 10 Nov 2010, 12:53 pm

A Agora está mudando. Está meio estranho. Se mais de uma dimensão está ativa estamos entre dimensões. Se mais de uma ligação da rede estiver muito ativa estamos dividindo o foco de atenções e respondendo a mais de uma demanda simultânea de atenção e energia. Se várias imagens estão ativas misturam-se coisas. Só sei que expandir a mente dentro destas novas energias entrantes está meio confuso. Lentamente vou me equilibrando e aprendendo a lidar com as multiplas dimensões/redes ativas/focos de atenções/imagens/sons interiores/ etc...parece um estado forte de sonambulismo lúcido chegando. O Repouso virou uma obrigação em várias fases ao longo do dia. Só vou conseguir aproveitar a subida das vibrações se me acalmar - isto sei. Estou treinando , mas quando acabo de me ajustar lá vem nova fase de outro quantum de energia chegando , isto parece uma montanha russa...ainda bem que não tenho labirintite , mas está parecido! Se tem alguém aí assim também , relaxe, estamos no mesmo barco, abraços! ahhh, detalhe, dirigir ficou mais perigoso ! se eu bater de carro vou me aposentar da vida de motorista! um dia consegui a tempo interromper um desdobramento espontâneo no meio do trânsito...coisa mais estranha! Vamos em frente, abraços,

Farpa

Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Grazyela em Qua 10 Nov 2010, 1:32 pm

Bingo!

Tá tudo rodano Surprised

Muito bigada!
avatar
Grazyela

Mensagens : 73
Data de inscrição : 01/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COMO VOCE PERCEBE O AGORA?

Mensagem  Convidad em Qua 10 Nov 2010, 1:50 pm

Creio que essa percepção a cada um se dá de maneira diferente!!
O que acreditamos... influencia e muito em todas as percepções de energias atuantes... afinal somos co-criadores.
E criamos o que queremos...estou com as mensagens de Sai Baba que tudo depende do que acreditamos, queremos e sentimos.

Fiquem na Paz.







Raio de Luar
____________________________________
TÚ SERÁS ETERNAMENTE RESPONSÁVEL POR AQUILO
QUE CULTIVARES!! flower I love you Arrow

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Grazyela em Qua 10 Nov 2010, 1:58 pm

Com certeza, linda!
Cada um percebe de maneira diferente, prá mim tá sendo um tapa na orêia Laughing
Já sô tonta, agora intão....devagarzim tá amenizando!
avatar
Grazyela

Mensagens : 73
Data de inscrição : 01/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: COMO VOCE PERCEBE O AGORA?

Mensagem  Convidad em Qua 10 Nov 2010, 2:10 pm

Sim querida!! mas como você sabe que você é luz... então com certeza quando você acredita nisso... você passa a sentir diferente essa percepção...pelo menos ela se torna de uma maneira mais sutil ao seu redor...e tudo pode ser transformado entende... depende do que se quer.
Ou seja você cria um campo magnético ao redor de seu ser... que essas energias atuantes operam de uma forma menos turbule
nta.
Beijos.
Paz




Grazyela escreveu:Com certeza, linda!
Cada um percebe de maneira diferente, prá mim tá sendo um tapa na orêia Laughing
Já sô tonta, agora intão....devagarzim tá amenizando!
flower I love you Arrow

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  mmartins em Qua 10 Nov 2010, 2:55 pm

É, a labirintite me paga de vez em quando.
Sei que é reistência.

Como digo, tems que tirar as mãos do leme.

PAZ
avatar
mmartins

Mensagens : 228
Data de inscrição : 31/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PEQUENA VIAGEM

Mensagem  Arcturiano em Sab 13 Nov 2010, 4:53 pm

Com licença Meninas da Luz!
Vou ficar bem comportado!
E nesse ficar, no final da noite de ontem, pedi ao Pai Celestial que me concedesse a graça de fazer uma Viagem Astral, nem que fosse bem curtinha, pois até agora só tinha feito raramente e de forma inconsciente, em seguida fui dormir tranqüilo.
Ao acordar cedo nesta manhã, percebi que estava sem sono, os pássaros começavam a cantar e veio idéia de ficar bem sossegado, sem pensar em nada, quando de repente, não sei como, me vejo observando um homem que está procurando uma casa, digo a ele que tem uma casa para vender nesta rua, quando já entra sem permissão numa casa em nossa frente, fico assustado, a casa está habitada, tem até cachorro.
Pensei então, vai dar bode!
Acontece que a criatura entra pelo terraço, fico na rua observando e acompanhando pela calçada, ele prossegue atravessa a sala passa pela cozinha e sai pelo lado da casa onde estão justos três cachorros, que não o percebem nem latem, tão pouco os moradores da casa notaram sua presença, só eu no meio da rua perplexo com aquilo.
Debruça-se sobre o muro na altura do peito e fica a observar extensa campina de grama verde, repleta de grupos que em perfeita harmonia e sincronicidade cantavam e praticavam danças circulares com trajes típicos do povo andino, as mulheres com saias quadriculadas coloridas onde predominava o verde, vermelho e preto.
Rodopiavam com muita energia e alegria, quando lembrei que nestes dias desde 11/11/2010, grupos estão reunidos e sintonizados com os Irmãos dos Planos Sutis em diversos lugares deste planeta.
Obriga Pai por também ter participado destas festividades, mesmo como espectador no Astral.
Saudações
Arcturiano

Arcturiano

Mensagens : 7
Data de inscrição : 13/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COMO VOCE PERCEBE O AGORA?

Mensagem  Convidad em Sab 13 Nov 2010, 8:12 pm

Olá Arcturiano!! que felicidade sua chegada, e que maravilhosa viagem fizeste... para participar de magnífica festa...Seja Bem vindo... sua presença muito nos honra a todos de nossa Familia, em mais esse espaço de partilhas.
Deus te abençõe!!
Fique na Pa
z.
Raios de Luz.

Arcturiano escreveu:Com licença Meninas da Luz!
Vou ficar bem comportado!
E nesse ficar, no final da noite de ontem, pedi ao Pai Celestial que me concedesse a graça de fazer uma Viagem Astral, nem que fosse bem curtinha, pois até agora só tinha feito raramente e de forma inconsciente, em seguida fui dormir tranqüilo.
Ao acordar cedo nesta manhã, percebi que estava sem sono, os pássaros começavam a cantar e veio idéia de ficar bem sossegado, sem pensar em nada, quando de repente, não sei como, me vejo observando um homem que está procurando uma casa, digo a ele que tem uma casa para vender nesta rua, quando já entra sem permissão numa casa em nossa frente, fico assustado, a casa está habitada, tem até cachorro.
Pensei então, vai dar bode!
Acontece que a criatura entra pelo terraço, fico na rua observando e acompanhando pela calçada, ele prossegue atravessa a sala passa pela cozinha e sai pelo lado da casa onde estão justos três cachorros, que não o percebem nem latem, tão pouco os moradores da casa notaram sua presença, só eu no meio da rua perplexo com aquilo.
Debruça-se sobre o muro na altura do peito e fica a observar extensa campina de grama verde, repleta de grupos que em perfeita harmonia e sincronicidade cantavam e praticavam danças circulares com trajes típicos do povo andino, as mulheres com saias quadriculadas coloridas onde predominava o verde, vermelho e preto.
Rodopiavam com muita energia e alegria, quando lembrei que nestes dias desde 11/11/2010, grupos estão reunidos e sintonizados com os Irmãos dos Planos Sutis em diversos lugares deste planeta.
Obriga Pai por também ter participado destas festividades, mesmo como espectador no Astral.
Saudações
Arcturiano
flower cheers I love you Arrow

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Grazyela em Dom 21 Nov 2010, 4:24 pm

Oi, Arcturiano!
Bão, meu lindo?
Feliz de te ver por aki! sunny


avatar
Grazyela

Mensagens : 73
Data de inscrição : 01/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Grazyela em Dom 21 Nov 2010, 4:25 pm

E só prá dar notícias minhas, tô sumida pq tô trabalhando demais cheers

E graças a Deus, o mundo parou de rodar Laughing

Bjos amados e amadas!
avatar
Grazyela

Mensagens : 73
Data de inscrição : 01/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: COMO VOCE PERCEBE O AGORA?

Mensagem  Convidad em Dom 21 Nov 2010, 11:12 pm

Olá Grazy!! se num acha que tá sumida demais hehehe, ficamos com saudades...mas tá bom volta logo viu.
Beijos.


Grazyela escreveu:E só prá dar notícias minhas, tô sumida pq tô trabalhando demais cheers

E graças a Deus, o mundo parou de rodar Laughing

Bjos amados e amadas!
flower I love you Arrow

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como voce percebe o AGORA?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum