Segunda (?) descoberta da Nasa sobre o cinturão de fótons?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Segunda (?) descoberta da Nasa sobre o cinturão de fótons?

Mensagem  raursf em Qua 10 Nov 2010, 9:46 pm

Perdão aos que não sabem inglês, se quiserem posso traduzir depois, mas segue o link e o texto abaixo, contendo video e imagem simulando nova descoberta de uma "estrutura misteriosa" no centro da nossa galaxia que se estende por 50.000 anos luz, 25.000 anos luz ao norte e 25.000 anos ao sul do centro da galaxia:

http://www.nasa.gov/mission_pages/GLAST/news/new-structure.html

Eu disse "segunda" descoberta porque há um outro texto do ano passado no qual a Nasa anuncia uma descoberta de uma região "estranha", no espaço interestelar, feita por uma sonda enviada ao espaço anos atrás e a descrição dada pela Nasa se assemelha muito ao vulgo "cinturão de fótons". Agora o novo telescópio "Fermi" parece ter achado novamente algo "estranho" com descrições que assemelham e muito ao tal cinturão de fótons tão criticado pelos céticos.

---------------------

WASHINGTON -- NASA's Fermi Gamma-ray Space Telescope has unveiled a previously unseen structure centered in the Milky Way. The feature spans 50,000 light-years and may be the remnant of an eruption from a supersized black hole at the center of our galaxy.

"What we see are two gamma-ray-emitting bubbles that extend 25,000 light-years north and south of the galactic center," said Doug Finkbeiner, an astronomer at the Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics in Cambridge, Mass., who first recognized the feature. "We don't fully understand their nature or origin."

The structure spans more than half of the visible sky, from the constellation Virgo to the constellation Grus, and it may be millions of years old. A paper about the findings has been accepted for publication in The Astrophysical Journal.

Finkbeiner and his team discovered the bubbles by processing publicly available data from Fermi's Large Area Telescope (LAT). The LAT is the most sensitive and highest-resolution gamma-ray detector ever launched. Gamma rays are the highest-energy form of light.

Other astronomers studying gamma rays hadn't detected the bubbles partly because of a fog of gamma rays that appears throughout the sky. The fog happens when particles moving near the speed of light interact with light and interstellar gas in the Milky Way. The LAT team constantly refines models to uncover new gamma-ray sources obscured by this so-called diffuse emission. By using various estimates of the fog, Finkbeiner and his colleagues were able to isolate it from the LAT data and unveil the giant bubbles.

Scientists now are conducting more analyses to better understand how the never-before-seen structure was formed. The bubble emissions are much more energetic than the gamma-ray fog seen elsewhere in the Milky Way. The bubbles also appear to have well-defined edges. The structure's shape and emissions suggest it was formed as a result of a large and relatively rapid energy release - the source of which remains a mystery.

One possibility includes a particle jet from the supermassive black hole at the galactic center. In many other galaxies, astronomers see fast particle jets powered by matter falling toward a central black hole. While there is no evidence the Milky Way's black hole has such a jet today, it may have in the past. The bubbles also may have formed as a result of gas outflows from a burst of star formation, perhaps the one that produced many massive star clusters in the Milky Way's center several million years ago.

"In other galaxies, we see that starbursts can drive enormous gas outflows," said David Spergel, a scientist at Princeton University in New Jersey. "Whatever the energy source behind these huge bubbles may be, it is connected to many deep questions in astrophysics."

Hints of the bubbles appear in earlier spacecraft data. X-ray observations from the German-led Roentgen Satellite suggested subtle evidence for bubble edges close to the galactic center, or in the same orientation as the Milky Way. NASA's Wilkinson Microwave Anisotropy Probe detected an excess of radio signals at the position of the gamma-ray bubbles.

The Fermi LAT team also revealed Tuesday the instrument's best picture of the gamma-ray sky, the result of two years of data collection.

"Fermi scans the entire sky every three hours, and as the mission continues and our exposure deepens, we see the extreme universe in progressively greater detail," said Julie McEnery, Fermi project scientist at NASA's Goddard Space Flight Center in Greenbelt, Md.

NASA's Fermi is an astrophysics and particle physics partnership, developed in collaboration with the U.S. Department of Energy, with important contributions from academic institutions and partners in France, Germany, Italy, Japan, Sweden and the United States.

"Since its launch in June 2008, Fermi repeatedly has proven itself to be a frontier facility, giving us new insights ranging from the nature of space-time to the first observations of a gamma-ray nova," said Jon Morse, Astrophysics Division director at NASA Headquarters in Washington. “These latest discoveries continue to demonstrate Fermi's outstanding performance.”

---------------

From end to end, the newly discovered gamma-ray bubbles extend 50,000 light-years, or roughly half of the Milky Way's diameter, as shown in this illustration. Hints of the bubbles' edges were first observed in X-rays (blue) by ROSAT, a Germany-led mission operating in the 1990s. The gamma rays mapped by Fermi (magenta) extend much farther from the galaxy's plane. Credit: NASA's Goddard Space Flight Center



A giant gamma-ray structure was discovered by processing Fermi all-sky data at energies from 1 to 10 billion electron volts, shown here. The dumbbell-shaped feature (center) emerges from the galactic center and extends 50 degrees north and south from the plane of the Milky Way, spanning the sky from the constellation Virgo to the constellation Grus. Credit: NASA/DOE/Fermi LAT/D. Finkbeiner et al.




Edição:

Imagem retirada de um site sobre cinturão de fótons. Qualquer semelhança não é mera coicidência!



Última edição por raursf em Qua 10 Nov 2010, 10:25 pm, editado 1 vez(es)

raursf

Mensagens : 2
Data de inscrição : 10/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Segunda (?) descoberta da Nasa sobre o cinturão de fótons?

Mensagem  Convidad em Qua 10 Nov 2010, 10:21 pm

Olá Rausf!

Um atalho para outro fórum dos colegas que também estamos comentando sobre o assunto!

http://webnaluz.forumbom.com/comunidade-web-na-luz-f1/bolhas-gigantes-de-energia-t31.htm#309

Um abraço!


Última edição por Pedro Paulo em Seg 15 Nov 2010, 4:37 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Segunda (?) descoberta da Nasa sobre o cinturão de fótons?

Mensagem  raursf em Qua 10 Nov 2010, 11:10 pm

Obrigado por postar o link do outro forum.

Eu comecei a assistir uma Palestra do Aldmon agorinha, dada no dia 7 ultimo, disponivel no site abaixo, e logo no início ele fala "A Nasa através dos seus telescópios está informada que nós tamos a beira de um cinturão de fótons..." Essa palestra foi ministrada antes da noticia dessa nova descoberta, a noticia saiu em 09/11/2010 e a palestra foi dada em 07/11/2010, mas isso não vem ao caso, já havia outras informações sobre uma possivel descoberta do cinturão de fótons pela Nasa, claro que eles não dão esse nome... Enfim, o que achei interessante foi eu encontrar essa notícia da Nasa hoje e logo em seguida numa palestra do Aldomon ele tocar no assunto.

Coicidência? Não acredito...

http://webnaluz.blogspot.com/2010/11/aldomon-ferreira-expansao-da.html

raursf

Mensagens : 2
Data de inscrição : 10/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Segunda (?) descoberta da Nasa sobre o cinturão de fótons?

Mensagem  Maria Elisa em Dom 14 Nov 2010, 5:33 pm

Olá...

eu também assisti os vídeos da palestra do Aldomon. Ele acredita mesmo na falta de alimentos.
Bom...pois eu não acredito nisso. Acreditar na falta traz a falta. Como é que era aquela frase da Bíblia?...já me disseram que não se pode acreditar na Bíblia...mas ressalvo que nem tudo é errado, ao contrario, como a Bíblia tem 3 tipos de interpretação (exotérica, esotérica e iniciática) fica complicado mexer no que não se compreende direito.
Então tem uma frase na Bíblia que diz mais ou menos assim: "O que eu temia, me aconteceu."
Se você ou eu ou nós contemplarmos longamente alguma coisa e com emoção, estaremos convidando essa coisa para entrar em nossas vidas. Nem pensar...vamos ter abundância de alimento tal que todos os povos podem vir para cá que dará e sobrará...ora...
Sei que temos que ser previdentes e não inocentes mas precisamos dar a oportunidade para nossa mente criar o nosso futuro.
Eu acredito que estaremos comemorando o Natal de 2012 com fartura.

maria elisa

fadinha

Maria Elisa

Mensagens : 73
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilho em Gênero,Numero e Grau!!

Mensagem  Convidad em Seg 15 Nov 2010, 8:13 am

Maria Elisa escreveu:Olá...

eu também assisti os vídeos da palestra do Aldomon. Ele acredita mesmo na falta de alimentos.
Bom...pois eu não acredito nisso. Acreditar na falta traz a falta. Como é que era aquela frase da Bíblia?...já me disseram que não se pode acreditar na Bíblia...mas ressalvo que nem tudo é errado, ao contrario, como a Bíblia tem 3 tipos de interpretação (exotérica, esotérica e iniciática) fica complicado mexer no que não se compreende direito.
Então tem uma frase na Bíblia que diz mais ou menos assim: "O que eu temia, me aconteceu."
Se você ou eu ou nós contemplarmos longamente alguma coisa e com emoção, estaremos convidando essa coisa para entrar em nossas vidas. Nem pensar...vamos ter abundância de alimento tal que todos os povos podem vir para cá que dará e sobrará...ora...
Sei que temos que ser previdentes e não inocentes mas precisamos dar a oportunidade para nossa mente criar o nosso futuro.
Eu acredito que estaremos comemorando o Natal de 2012 com fartura.

maria elisa

fadinha

Beijos.
Raios de Luz.
E abundâ
ncia para todos!! flower I love you Arrow cheers

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Segunda (?) descoberta da Nasa sobre o cinturão de fótons?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum