CENTROS PLANETÁRIOS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  fox_2001 em Seg 29 Nov 2010, 10:19 pm

fonte:http://www.trigueirinho.org.br/web/php/centros_planetarios.php

Os Centros Planetários são pontos focais da energia universal no planeta, atuam como captadores, transformadores e irradiadores da energia cósmica para a vida terrestre. Estão vinculados a civilizações de elevado grau evolutivo, que apoiam a realização do propósito do planeta Terra. Trabalham em conjunto, formando uma rede sutil de sete elementos, por meio da qual se exprime o governo interno do planeta.
conector2



Mapa Esquemático




Os círculos do mapa indicam as zonas aproximadas em que a irradiação desses centros é mais intensa. A energia irradiada não se limita à área assinalada. Estende-se pelo planeta inteiro, em vários níveis e dimensões.




Lis-Fátima

Em Lis-Fátima encontra-se a essência da vida divina destinada à humanidade de superfície. É o núcleo que guarda a pureza original do homem.

Sugestão de palestra para estudo: Portal para um reino


Mirna Jad

Portal da vida monádica, Mirna Jad sintetiza os passos dados pelos homens que se acercam da consciência monádica, ao mesmo tempo que impulsiona os demais a irem além do estágio que alcançaram.

Sugestão de palestra para estudo: O encontro do Templo


Aurora

Centro incumbido de efetivar o processo de cura planetária, utiliza os meios mais diretos e adequados para introduzir na vida da Terra o divino, o perfeito, o transcendente.

Sugestão de palestra para estudo: Aurora, o centro planetário


Erks

É o centro iniciático para a humanidade terrena. Desvela a vida espiritual aos que podem conhecê-la e coloca-nos diante dos limiares da existência divina.

Sugestão de palestra para estudo: A revelação que Erks nos traz


Iberah

O trabalho de Iberah destina-se principalmente à vida da matéria em si, à vida da substância que compõe todas as formas manifestadas no plano físico cósmico. Os processos de transmutação e de transubstanciação constituem instrumentos desse enigmático centro.

Sugestão de palestra para estudo: Segredos desvelados — 3


Anu Tea

O papel desse centro na vida planetária está intrinsecamente ligado à formação e desenvolvimento da consciência individual, por meio do estímulo à construção e aprimoramento do corpo da alma.

Sugestão de palestra para estudo: Segredos desvelados — 2


Miz Tli Tlan

Simbolicamente, Miz Tli Tlan tem a função de um coração planetário, por ser um núcleo que transmite a seiva vivificadora para todo o corpo da Terra. A vida divina é a pura manifestação do centro Miz Tli Tlan.

Sugestão de palestra para estudo: Recordando conhecimentos: Miz Tli Tlan, o Centro do Propósito



Textos extraídos de:
Trigueirinho, Glossário Esotérico – Uma obra dedicada aos tempos novos
7a Edição, São Paulo: Editora Pensamento, 1994.





Quadro Resumo

A coluna referente à localização no quadro é uma indicação da posição geográfica que representa o núcleo de irradiação da energia dos Centros Planetários. A última coluna destaca a qualidade de energia irradiada pelos Centros.


Os Centros Planetários

Centro Localização Irradiação
Lis-Fátima Península Ibérica Pureza original
Mirna Jad Minas Gerais, Brasil Consciência monádica
Aurora Salto, Uruguai Cura planetária
Erks Córdoba, Argentina Conhecimento iniciático
Iberah Viedma, Argentina Transmutação da matéria
Anu Tea Oceano Pacífico Consagração do conhecimento
Miz Tli Tlan Selva del Manu, Peru Regência planetária


Namasté
Mário
avatar
fox_2001

Mensagens : 41
Data de inscrição : 01/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  Maria Elisa em Qui 02 Dez 2010, 10:49 pm

Olá...

Paititi, nome de Miz tli tlan... para ver a foto das pirâmides e o artigo abaixo:

http://www.legadocosmico.com/elpaititi.htm

maria elisa



Paititi: El Centro Supremo

Paititi es considerado en la actualidad por diversos investigadores como el enigma arqueológico de Sudamérica; sin embargo, no ha sido hallado y para algunos historiadores la misteriosa ciudad perdida sigue siendo tan sólo una leyenda.
Se dice que en las selvas de Madre de Dios, en la zona sur oriental del Perú, existe una ciudad de piedra, con estatuas de oro erigidas en amplios jardines. Lo interesante de Paititi es que las “leyendas” señalan que hasta hoy en día el Imperio amazónico se encuentra en plena actividad, y por si esto fuera poco, se afirma además que es el lugar donde mora el último Inca, esperando el momento de retornar al “mundo de afuera” para restituir el orden que se quebró en el pasado desde el arribo de Pizarro y los conquistadores españoles.

El mayor de los misterios.

La leyenda del Paititi ha perdurado en la mente de muchos hombres. Ya en el siglo XVII corría como reguero de pólvora la noticia de una ciudad fantástica, misteriosa, y que albergaba grandes tesoros que supuestamente pertenecieron a los incas. Algunos libros, inspirándose en crónicas antiguas o en relatos de nativos indígenas, abordaron el tema logrando con ello generar un mayor interés .

Lamentablemente, todo esto acrecentó la ambición de algunos exploradores que de inmediato se lanzaron a organizar ambiciosas expediciones. En la mayoría de los casos, lo único que se halló fue un desenlace fatal al profanar las sagradas selvas del Antisuyo incaico.

Quizá lo que más ha contribuido al conocimiento de la presunta existencia del Paititi son los petroglifos de Pusharo. Estos extraños grabados habrían sido descubiertos en 1921 por el misionero dominico Vicente de Cenitagoya , hallándolos en una gigantesca roca que se acomoda a orillas del río Sinkibenia, considerado sagrado por los machiguengas. Más tarde, los petroglifos fueron observados por numerosos exploradores. Ya en 1970, el sacerdote y antropólogo A. Torrealba fotografió y estudió los grabados. Muchos investigadores coinciden en que los petroglifos no fueron hechos por los incas, entonces ¿quién los hizo?

Pusharo no es la única evidencia de una obra humana en las selvas del Manú, también se han encontrado numerosas ruinas y caminos parcialmente pavimentados. Las pirámides de Paratoari son una prueba fehaciente de estas obras. Diversos estudios demuestran que estas grandes moles no serían producto de la naturaleza, sino la obra de una civilización desconocida.

La imagen de la polémica.

Gracias a la tecnología moderna se ha podido fotografiar la cordillera del Pantiacolla, que generalmente se halla cubierta por sospechosas “nubes”. La fotografía fue tomada en diciembre de 1975 por el satélite norteamericano Landsat 2, que formaba parte de un ambicioso proyecto de la NASA. El enigma se inició cuando el Landsat 2 logró unas espectaculares fotografías en el sureste peruano donde se apreciaban con nitidez unos diez “puntos” agrupados en pares; es decir, dos filas de cinco. Por si esto fuera poco, posteriores análisis identificaron a cada punto como “una pirámide trunca de proporciones enormes”.

Arriba: Fotografía tomada por el Landsat 2.

Como era de esperarse, el descubrimiento generó las más encontradas opiniones, y el más profundo cuestionamiento: ¿Qué es esto? De seguro ello fue lo que se dijo a sí mismo el explorador japonés Yoshiharu Sekino, quien partió en busca de las “pirámides del Pantiacolla” (como se les bautizó posteriormente) sin llegar a dar con ellas debido a la tupida jungla.

Como un dato adicional, es bien sabido que el tamaño calculado a cada uno de los “puntos” equivale a las dimensiones de la Gran Pirámide de Egipto (!). Al margen de ese misterio, los propios nativos de la zona, los machiguengas, sostienen la existencia de otras pirámides en la meseta del Pantiacolla. Según el testimonio de ellos, son doce construcciones, y seres “vestidos de blanco” viven en ellas...

Curiosamente, en esta extraña meseta se han reportado numerosas expediciones desaparecidas, perturbaciones electromagnéticas en los instrumentos, “apariciones” de inusitadas luces, ruidos extraordinarios que parecían surgir del suelo, y para añadirle el ingrediente final, los relatos de los machiguengas, quienes afirman, con total naturalidad, que “al otro lado” ¾con esto se refieren al Pongo de Mainiqui¾ existe una civilización muy antigua que “lo sabe todo”. ¿La Hermandad Blanca o Los Maestros del Paititi?

Ellos serían los “Paco Pacuris” o “Guardianes Primeros” que mencionaba la creencia andina; antiguos Maestros que fundaron en el actual Parque Nacional del Manu una ciudad intraterrestre, anterior al Imperio Inca. Aquellos guardianes custodian los Anales de sus milenarias culturas desaparecidas, así como el sagrado Disco Solar, que otrora se hallaba en el templo inca del Koricancha, pero que fue salvado de la codicia de los conquistadores.

Paititi o Qoañachoai (como le denominan los hombres del reino Q´ero) está en plena activad. Sus Maestros vigilantes.

Sólo un puro de corazón podrá penetrar sus santuarios intraterrenos y desvelar el misterio.

http://www.legadocosmico.com/elpaititi.htm








Maria Elisa

Mensagens : 73
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  Maria Elisa em Dom 05 Dez 2010, 7:00 pm

Olá.

O texto acima refere-se a uma cidade toda de ouro ...Paititi ou Miz Tli Tlan ou ainda o El Dorado. El Dorado se refere a uma estátua humana masculina feita de ouro vindo de Vênus.
Apesar de estar localizada em território peruano próximo ao rio Madre de Diós, existe uma entrada física para esta cidade intraterrena aqui no Brasil, através de um tunel ligando a Serra do Roncador a Miz Tli Tlan. Pouca gente conhece a existência deste túnel onde só entram os convidados da Grande Fraternidade, ou seja, como diz o texto:

"Sólo un puro de corazón podrá penetrar sus santuarios intraterrenos y desvelar el misterio."

maria elisa

Maria Elisa

Mensagens : 73
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  neferis em Seg 06 Dez 2010, 12:46 pm

Olá Fox e Maria Elisa.
Agradeço as informações aqui postadas.
São muito importantes as instruções que vem desses centros inciáticos.
Esses centros de luz deveriam estar sendo muito mais trabalhados e divulgados do que até agora foram.
São verdadeiros centros de luz, libertação e ascensão pessoas e grupal.
Trigueirinho faz um bom trabalho, mas outros deveriam ampliar o que ele já abriu ao mundo em conhecimento do até então "mundos velados".
Obrigado amigos,
Que a Paz de Cristo continue a nortear vossos corações
Neferis.




avatar
neferis

Mensagens : 242
Data de inscrição : 31/10/2010
Idade : 54
Localização : Paraiso Terra

Ver perfil do usuário http://portalparajesus@blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  Maria Elisa em Seg 10 Jan 2011, 1:02 pm

Olá Néferis.

Na verdade, para mim, essas são as instruções mais importantes por que tenho um laço de amor com essas famílias de intraterrenos que já viveram na superfície e que estão há milhões de anos aqui na Terra. Digamos que eles me fizeram entender que sou importante para eles, partiu deles essa iniciativa. Entendo que são a verdadeira Irmandade Branca e que estão à distância de um pensamento de nós e que nos acompanham em nossa encarnação o tempo todo. Por Lei não podem interferir mas podem se fazer sentir presentes e me fazem pensar naquela frase bíblica que até os fios de nosso cabelo estão contados.
A primeira vez que senti, a primeira abertura do meu sentir para a espiritualidade ocorreu em Fátima, Portugal, e em Lourdes, França que são partes da mesma energia que pega um tanto da Europa e o norte da África, principalmente LUXOR, templo este no etérico acima do Templo de Luxor, de Serapis Bey, alma gêmea de Lis, sacerdotisa do Templo de Lis sob Fátima em Portugal. Ambos são Anjos Serafim chamados também de Devas. Serapis Bey é o Grande Deva, senhor do raio branco da Ascensão e Lis também. Ela é também chamada de Fada e por isso coloquei fadinha em homenagem a Ela, a quem eu devo muito. Ah, Serapis Bei foi Osíris, senhor dos mundos subterrâneos e Lis foi Ísis, a grande mãe. Eles também são chamados de Manus de povos, condutores de povos. São extraterrestres como a maioria de nós. Diz a lenda que eram irmãos gêmeos...sim, almas gêmeas.
Portanto, em homenagem ao Centro Intraterreno de Lis, copio aqui alguma coisa sobre esse Centro. Muitas pessoas tiveram experiências maravilhosas nesse local, Fátima. Ali havia efetivamente, nos tempos muito antigos um Templo druida dedicado à Grande Mãe. A energia não se perde. É um Centro novo sua fundação data do afundamento da Atlântida.
Aqui no Brasil temos um prolongamento do mais antigo Centro Espiritual instalado na Terra 500 000 anos que o de Shamballah que está aqui na Terra há 18 500 000, localizado sob a atual Ásia. Esse prolongamento chama-se Templo de Ibez liderado também por uma sacerdotisa, a sacerdotisa de Ibez. Ele se conecta por um fio de luz com Lis em Portugal e por um túnel subterrâneo (físico) com Paititi que é também chamada de Miz Tli Tan.

fadinha

Sobre o Novo Ciclo



Depois de muitos anos de um ciclo ligado a Lis-Fátima, onde o contacto com uma realidade sagrada, perene, edénica, nos permeou a Alma e permitiu que a nossa consciência terrena pudesse contactar com a doçura, a suavidade e a paz desse centro, inicia-se agora um novo ciclo ligado a Lis-Lourdes.
Lis-Fátima, usando a simbologia da Flor-de-lis, representou a pétala dobrada do lado esquerdo, a primeira iniciação onde pudemos sentir os primeiros aromas da nossa Alma. Com a sua manifestação, todo um fluxo de conhecimento pôde ser apresentado ao homem da superfície do planeta, colocando-o em contacto com essa realidade interna e com isso, permitindo expansões de consciência importantes. Foi a sintonia com um éter edénico, com o manto da Mãe que nos acolheu, cuidou, embalou em nossas dores e curou muitas feridas.
Do conhecimento transmitido, ficámos a saber sobre os mundos internos, a perceber a importância desses reinos e a sua ligação com realidades cósmicas e supra-cósmicas. Ficámos a conhecer um pouco mais de Lis-Fátima, da sua ligação com a Nova Raça, com a Mãe, com os reinos Angélico e Dévico, com os códigos do homem primordial e a sua implementação na Nova Terra que se apresenta.
Ficámos também a saber sobre um centro jovem, com 12 mil anos de idade, plasmado pela mão de Shamballa, centro regente na altura. Conhecemos, igualmente, na palavra e no contacto directo, os seres que ali habitam, os seus Concelhos, as Sacerdotisas, os Espelhos, a própria topografia do centro e as suas construções.
Tudo isto é Lis-Fátima, um dos filamentos periféricos de LYS, mas nada disso é LYS, pois LYS é uma outra realidade ainda não contactada, a terceira pétala, a pétala central, de um ciclo que se seguirá ao de Lourdes.
Inicia-se agora o ciclo de Lis-Lourdes, a pétala dobrada do lado direito. Esta pétala representa a segunda iniciação e a travessia do deserto existencial que nos levará à consagração final.
Lis-Lourdes é a nudez de Francisco despido diante de seu pai terreno, é a simplicidade de uma acção humilde e transparente que nos impulsiona para o verdadeiro contacto com a essência. É o falar com os pássaros sem os querer instruir, é o acolher a Vida em toda a sua plenitude sem a querer direccionar ou julgar. É a entrega plena nas mãos do Pai, certos que nada faltará que seja essencial para a manifestação do propósito.
O novo ciclo pede-nos, por isso mesmo, que larguemos toda a nossa bagagem espiritual. Que deixemos pelo caminho tudo aquilo que julgamos saber sobre os mundos internos e as realidades superiores, para que o Novo possa ser tecido na carne que nos acolheu e através desta possamos alcançar a consagração final.
Não são tempos para procurar mais conhecimentos, para ler ou escrever sobre novas realidades internas, mas o tempo certo e exacto de expressar o SER no silêncio da radiação plena. Essa é a proposta de Lourdes, agora que termina o ciclo de Fátima.
Se no ciclo anterior todo um manancial de novas sementes chegou até nós, no novo ciclo é necessário começar a plantar essas sementes, tanto nos indivíduos que somos enquanto seres encarnados, como nos novos grupos a serem criados. Se continuássemos a receber sementes sem as plantar, todas acabariam por apodrecer. É, por isso mesmo, o tempo certo de fazer descer o conhecimento estabilizado no plano mental, para o plano físico, limpando o mental desse mesmo conhecimento, e com isso permitindo abrir os condutos de ligação da Alma com a personalidade para a diluição suave da acção do ego sobre nós.
Mas Lis-Lourdes traz também a formação de novos grupos. Não mais os grupos do ciclo anterior, onde as pessoas se juntavam, muitas vezes, por questões emocionais, movidas pela carência, e outras vezes por questões mentais, movidas pela curiosidade, mas a criação dos verdadeiros grupos que nascem da sintonia do contacto entre Almas. São grupos reservados, não publicitados nos meios espirituais, onde o verdadeiro trabalho de plantar e germinar as sementes do ciclo anterior poderá acontecer silenciosamente de forma despojada e despretensiosa. Serão estes grupos que servirão de base, no terceiro ciclo, para a manifestação de LYS no plano físico.
O terceiro ciclo, que se iniciará daqui a alguns anos, será finalmente o ciclo de LYS, a pétala central da flor que representa a terceira iniciação. E então toda uma nova instrução será revelada pela mão e pela voz daqueles que serão a manifestação Viva dessa mesma instrução. Enquanto no ciclo de Lis-Fátima era permitido que seres ainda não alinhados com a essência daquilo que transmitiam, pudessem passar conhecimentos sobre essas realidades internas, no terceiro ciclo será necessário que o ser seja esse conhecimento e essa instrução antes que a possa transmitir, já que com a terceira iniciação vem o verdadeiro Serviço e a filiação definitiva à Hierarquia.
Saberemos então sobre LYS, um dos centros mais antigos do planeta, irmã gémea de Shamballa, assim como Miz Tli Tlan o é de Iberah. Estes quatros centros formam a cruz planetária, formada apenas por centros responsáveis pela regência do planeta, sendo que LYS será o centro regente do sétimo ciclo planetário. Iberah do lado esquerdo da haste horizontal e Miz Tli Tlan do lado direito, como sustentadores polares da vida planetária. Lys na base da haste vertical e Shamballa no topo, como emissores e receptores da Vida Cósmica. Esta haste vertical é o verdadeiro fio Céu-Terra e será por ela que o Cristo encarnará toda a substância planetária. Mas primeiro temos que atravessar Lourdes na necessidade de nos despirmos para que nus de tudo o que é civilizacional e espiritual, possamos finalmente renascer nas águas do SER.
Que sejamos, pois, neste segundo ciclo, como o Ancião do Lago, de vestes simples e plenamente entregue no contacto com a essência. A sua instrução não estará apenas na palavra falada, nem na palavra escrita - essa é a metodologia do ciclo que se encerra -, mas na radiação plena da Luz por detrás de todo o conhecimento. O novo ciclo pede-nos esse despojamento, para que possamos finalmente assimilar em nós tudo o que já foi transmitido, e no silêncio profundo do contacto real, deixar que essa radiação toque a substância que nos envolve, iluminando-a.


Trigueirinho
P. E. 18-12-2008


Maria Elisa

Mensagens : 73
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  Maria Elisa em Qui 13 Jan 2011, 11:38 am

Centros Intraterrenos: Fátima/Lis
Certamente o contato foi feito e deve ser interpretado dentro da cultura da época...


A "SENHORA LUMINOSA" E O "MILAGRE DO SOL"




No dia 13 de Maio de 1917, três crianças tomavam conta de um rebanho de ovelhas numa serra em Portugal, na região de Fátima, mais precisamente na Cova da Iria, onde Lúcia de Jesus Santos (de 10 anos de idade) e seus dois primos (Jacinta Marto e Francisco Marto (de 7 e 9 anos), foram surpreendidos na gruta onde brincavam, por um vulto luminoso donde se distinguia uma figura feminina muito bela, com um ramo de flores nas mãos, sorrindo docemente para as crianças, dizendo para que não se assustassem.

A entidade não disse quem era e sim apenas ao que vinha e os pastorinhos chamavam apenas de "Senhora Luminosa" cada vez que se referiam a ela quando eram interrogados pelos superiores da Igreja que mais tarde chamaram de "Virgem Maria" e arranjaram uma imagem para ser venerada num culto mariano que se originou até aos dias de hoje no Santuário em Fátima construido para o efeito.

Porém, a "Senhora Luminosa" pretendia apenas transmitir sua Mensagem às crianças para que o Mundo a conhecesse e por isso deu instruções para que elas comparecessem todos os dias 13 de cada mês (de Maio a Outubro) excepto Agosto em que as crianças ficaram impedidas de comparecer no local pelo administrador de Ourém que as levou para sua casa no dia 11 e as manteve ali durante 2 dias. Deste modo a Aparição se deu no dia 19 em Valinhos, um local próximo onde morava Lúcia e seus primos, onde a Entidade luminosa insistia na importância das crianças continuarem a comparecer na Cova da Iria nos dias 13 de cada mês onde Lúcia assumiria então a missão de fazer tudo como lhe fora indicado pela Mensageira Divina que a instruia, apesar das grandes dificuldades que viria a ter pela incredulidade do povo e em particular da Igreja que a enclausurou num Convento desde menina (aos 11 anos de idade), tirando sua liberdade para o resto da vida. Curiosamente também viria a falecer num dia 13, em Fevereiro de 2005, com 98 anos de idade, no Convento das Carmelitas em Coimbra, impedida de cumprir a Missão para a qual fora escolhida, pois estivera sempre incontactável, afastada dos meios de Comunicação Social.

Hoje fala-se em 'beatificar' irmã Lúcia, como o foram seus primos (Francisco e Jacinta) que morreram muito cedo, acometidos de doença grave, depois de terem sofrido bastante pela incredulidade do povo e perseguição de que foram alvo pelo poder politico e religioso da época, apesar de mais tarde a Igreja ter aproveitado o fenómeno da Aparição para tomar conta da situação. Fátima é hoje um lugar de culto (e de negócio também) que prospera em grande escala e em todos os sentidos, mas a Mensagem da "Senhora Luminosa" ficou esquecida e por revelar ao Mundo, não aquela que foi falada no ano 2000 em que se resumiu tudo na questão do atentado ao Papa, mas sim o "3º Segredo" que foi definitivamente omitido talvez para não se criar pânico na População.

A verdade, porém, é que Jesus-Cristo já tinha anunciado coisas terríveis no seu Sermão Profético para "tempos derradeiros" ou de "Juizo Final" que o Segredo de Fátima também refere, mas a Igreja parece não prestar a isso muita atenção, preferindo manter silêncio sobre a Mensagem revelada aos "pastorinhos", apesar da Mensageira dizer à jovem Lúcia que não devia ter medo de transmitir tudo o que lhe dissera para que toda a gente (cristã e não cristã) tomasse conhecimento dos Acontecimentos que sobreviriam à Humanidade, caso se continuasse a viver de forma errada, contrária às Leis de Deus, da Vida, da Ordem do Universo, como infelizmente ainda acontece na Actualidade.


Assim, depois de se ter concretizado uma das profecias de Fátima, relacionada com a 2ª Guerra Mundial que efectivamente aconteceu depois de um sinal visível no céu em toda a Europa na noite de 25-1-1938, tal como se tinha previsto, a "Senhora Luminosa" falou também de uma 3ª Grande Guerra que poderá pôr a Terra numa escuridão total por vários dias, podendo perecer a maior parte da Humanidade. Entretanto várias catástrofes e calamidades foram anunciadas e estão acontecendo na Actualidade, enquanto os cientistas prevêm o pior para os próximos anos pelas razões que todos sabemos, devido ás alterações climáticas.

Por fim, a Mensageira Divina concluiria a sua Mensagem com um recado dirigido especialmente à Igreja Católica ou Cristandade em geral dizendo:

..."AS AUTORIDADES ECLESIÁSTICAS TERÃO DE SE TRANSFORMAR E TOMAR O CONHECIMENTO DA VERDADE COMO BASE, SE TAL NÃO ACONTECER A MORTE REINARÁ NO MEIO DA IGREJA E OS CRISTÃOS AMALDIÇOARÃO O CLERO. TERÁ CHEGADO O FIM DOS PAPAS (S. Malaquias, um bispo irlandês do século XII já falava disto) E OS ÚLTIMOS GEMERÃO SOB DORES CORPÓREAS (isso aconteceu a João Paulo II e a Paulo VI), ENQUANTO SUAS ALMAS COMO QUE AÇULADAS (pela situação do Mundo) VAGARÃO A ESMO... NÃO ENCONTRARÃO UMA SAIDA. O SEU TRONO CAIRÁ!" (Do Livro do Juizo Final de Roselis Von Sass - 5ª Edição)

Claro que percebe-se bem o facto da Igreja omitir estas e outras coisas que levaram o próprio Cardeal Fernando Cento a renunciar ao seu cargo de grande penitenciário, alegando motivos de idade, quando o Papa Paulo VI tomou conhecimento pela 1ª vez do chamado "3º Segredo" e sentiu-se mal, desmaiando, tendo o Vaticano decidido então não revelar a Mensagem ao Mundo. O caso foi noticiado em "A Gazeta" de S. Paulo no dia 17 de Abril de 1967.

Resta agora perguntar porque é que se classifica de "3º Segredo" essa Mensagem que só poucos conhecem. Tudo leva a crer que seja a conclusão de duas anteriores transmitidas pela mesma Entidade a outras crianças a quem apareceu em épocas e lugares diferentes.

A primeira vez, foi em 19 de Setembro de 1846, em La Salette (nos Alpes franceses) perto de Grenoble, quando a Entidade surgiu a duas crianças de 12 anos de idade (Melanie Calvat e Maximin Giraud) que também viram surgir sobre um rochedo uma bela senhora que brilhava como uma luz e lhes sorria amavelmente, tendo em seus braços um ramo de rosas e uma grinalda na cabeça, tendo falado com as crianças para transmitir a seguinte Mensagem:

..."O TEMPO CADA VEZ MAIS SE APROXIMA, O ABISMO ABRE-SE. DESGRAÇADOS SERÃO OS HABITANTES DA TERRA QUANDO A ÉPOCA DO CASTIGO CHEGAR. SATANÁS OBSCURECEU A INTUIÇÃO DOS HOMENS E EM ESPECIAL DOS SUPERIORES DA IGREJA, E, COMO SENHOR DAS TREVAS, FICOU DOMINANDO ENTRE ELES. ASSIM QUE CHEGAR A HORA DA PUNIÇÃO, A PAZ FICTICIA SERÁ DESTRUIDA, O CULTO FALSO EXTERMINADO, E OS POUCOS QUE SE LIBERTAREM SERVIRÃO UNICAMENTE A DEUS TODO PODEROSO. GUERRAS SANGRENTAS, FOME E GRANDES TRAGÉDIAS VIRÃO, CIDADES INTEIRAS DESAPARECERÃO, MONTANHAS RUIRÃO E O FOGO E A ÁGUA SERÃO OS ELEMENTOS PURIFICADORES DA TERRA... TODOS SOFRERÃO SE NÃO SE MODIFICAREM... "

A Igreja, porém, modificou as coisas e tomou conta da situação, dizendo apenas que a "Virgem Maria foi vista em La Salette e chorou lágrimas amargas pelos pecados da Humanidade"... pouco mais restando da mensagem original que a maioria das pessoas desconhece. Seis anos depois foi construido no local um Santuário ou Basílica que levou 13 anos a ser construido (1852-1865).

A segunda vez, foi em 11 de Fevereiro de 1858, quando a Entidade Luminosa apareceu em Lourdes, velha cidade dos Pirinéus - França, e falou com uma criança de 14 anos de idade, Maria Bernarda Soubirous (mais conhecida por Bernardette), dizendo algo semelhante à primeira mensagem. Durante 15 dias a jovem deslocava-se à gruta de Massabielle onde surgiu a luminosa aparição que a fazia sentir-se muito feliz. Porém a jovem sofreu imenso quando transmitiu a mensagem que lhe fora revelada dizendo que o próprio Clero não estava servindo o céu e sim o inferno. Por causa disso Bernardette foi acusada de ser uma farsante e "amotinadora". Foi preciso um milagre para que o povo acreditasse nela e isso aconteceu com uma nascente de água cristalina que brotou da rocha, com propriedades curativas no local onde se deu a Aparição. Lourdes tornou-se assim um lugar visitado hoje por muita gente (crente e não crente) que vai ali na esperança de encontrar a cura de seus males...

Enfim, em Fátima também foi preciso um 'milagre' para que as pessoas acreditassem nas crianças e isso deu-se no dia 13 de Outubro de 1917 com o chamado...











Maria Elisa

Mensagens : 73
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  Maria Elisa em Qui 13 Jan 2011, 11:48 am

"MILAGRE DO SOL"


Efectivamente, quando Lúcia, Francisco e Jacinta, se mantinham no local onde a "Senhora Luminosa" havia prometido fazer o sinal, a multidão calculada entre setenta e oitenta mil pessoas acabaria por testemunhar aquilo que muitos hoje chamam de "alucinação colectiva" mas vale a pena ler o que está escrito em documentos da época que a escritora Fina d'Armada consultou nas suas investigações e relatam assim:

"Chovera a cântaros naquele dia e ainda chuviscava quando, ao entardecer, no instante em que a Senhora se elevava, Lúcia gritava: “Olhem para o sol”! As nuvens se entreabriram e descortinaram o sol. Mas era um sol estranho, achatado, com um contorno bem definido, que mais parecia um imenso disco de prata. Brilhava com uma intensidade jamais vista, mas não ofuscava nem cegava. O disco começou a “bailar” e, qual gigantesca roda de fogo, girava rapidamente. Imobilizou-se por alguns instantes para recomeçar a girar vertiginosamente sobre si mesmo. Suas bordas tornaram-se escarlates e deslizou como um redemoinho, espargindo chamas de fogo.

Jorrava cascatas de luzes verdes, vermelhas, azuis e violetas, de variadas tonalidades, que se reflectiam no solo, nas árvores, nos arbustos, nas roupas e nas próprias faces das pessoas. Animado por um movimento louco, o globo de fogo tremulou e sacudiu antes de precipitar-se em 'zigue-zague' sobre a multidão que, apavorada, esboçou gestos de pânico. Era como se o fim do mundo houvesse chegado. O disco então parou por alguns minutos como se concedesse um intervalo de descanso, para logo em seguida recomeçar os movimentos e emitir luzes flamejantes. Após nova pausa, a dança recomeçou, tão gloriosa, quanto antes. O “milagre do sol” durou um total de 12 minutos, no fim dos quais muitos notaram que suas roupas, encharcadas pela chuva, haviam secado completamente, assim como o chão. O ciclo das aparições terminava".


Logicamente não foi o Sol que ‘dançou’ para a multidão no dia 13 de Outubro de 1917. O Astro Rei a 150 milhões de kilómetros de distância jamais poderia ter saido do seu lugar sem que isso causasse uma hecatombe na Terra e dentro do Sistema Solar. Portanto, o que aconteceu em Fátima (não foi visto no país inteiro) foi outra coisa e teve a ver obviamente com uma manifestação extraterrestre, uma nave de aspecto radiante que hoje chamamos de "OVNI", pela forma como tudo aconteceu.

A descrição do objecto voador e seus movimentos não poderia ser mais perfeita. Aliás, várias pessoas chegaram mesmo a ver por debaixo do imenso disco muitas luzes (de várias cores) que giravam e viram também cair do ar algo semelhante a ‘pétalas de flores’ que se desfazia nas mãos antes de chegarem ao chão. Este tipo de relato é característico pelo efeito causado na atmosfera pela energia magnética utilizada por essas naves que deixam uma espécie de 'flocos de neve' na sua passagem ou uns filamentos brancos no ar conhecidos por “cabelo de anjos” nos meios ovniológicos.

Claro que tudo isto é rejeitado pela Igreja Católica que deu outras interpretações sustentadas nas suas próprias teses dogmáticas que vão perdendo consistência nos tempos que correm, pois muitas coisas se vão sabendo e transmitindo, além de que pensar ou raciocinar livremente não é pecado. Quem já fez um estudo sério sobre o assunto, verifica que o ocorrido em Fátima se enquadra perfeitamente no âmbito do fenómeno ovniológico que faz parte integrante não só dos relatos bíblicos (do Velho e Novo estamentos), como de outros livros antigos, nomeadamente o Mahabarata, os Vedas, entre outros.

Nos Evangelhos, por exemplo, o fenómeno da 'transfiguração' no alto do Monte Tabor, pode estar associada a um “contacto imediato” que Jesus teve pelo modo como tudo aconteceu, pois ele tinha subido ali para orar na companhia de seus 3 discípulos (Pedro, Tiago e João) e a certa altura as vestes e rosto ficaram completamente iluminados, como se um foco de luz intenso se projectasse sobre ele no meio do escuro, vindo de cima. Depois apareceram dois "varões" que os discípulos confundiram com Moisés e Elias (já falecidos há muito tempo) e pretendiam fazer um tabernáculo para todos pernoitarem ali naquela noite (lógico que não eram espíritos), sendo que desceu sobre o local uma “nuvem luminosa” (ou nave radiante) que os cobriu a todos e nela entraram. Jesus disse mesmo aos 3 díscípulos para não temerem e não contarem a ninguém o que tinham visto. (Ver S.Mateus, 17: 5 e 6, e S.Lucas 9: 34)

Ora, a descrição do sucedido é claramente um relato ovniológico e não outra coisa fantasiada pela linguagem religiosa da época ou dos dias actuais. Aliás, por alguma razão existe hoje uma construção com aspecto de um "Ovni" ou nave espacial no lugar onde era antigamente a casa de Pedro em Cafarnaum, junto ao lago Tiberíades.

Recordo que Pedro foi um dos discípulos que esteve presente no local onde se deu a tal ‘transfiguração’ e viu tudo o que se passou no interior da tal 'nuvem luminosa' que desceu sobre todos.

E já agora, especulando um pouco mais sobre o assunto, direi também que talvez não seja por acaso que a nova construção do edifício integrado no Santuário de Fátima, a "Igreja da Santíssima Trindade", tem também um aspecto circular cuja linha arquitectónica faz lembrar mais uma gigantesca nave espacial e não propriamente uma Igreja ou Catedral. Não será?

Enfim, talvez a Igreja não veja as coisas desse modo, mas penso naquelas palavras de Jesus que dizia: “Muito mais teria para vos dizer, mas não estais preparados para suportá-lo agora, mas quando vier o espírito da Verdade ele vos guiará em tudo o que tereis de saber porque não falará de si mesmo mas das coisas que hão-de vir”...

Finalmente, creio que não estamos sós no Universo e muitas coisas como os 'Crop Circles' e os milhares de avistamentos de Ovnis em todo o Mundo nos tempos que correm, são alguns sinais que é preciso saber interpretar para saber verdades e desmistificar fantasias religiosas que impedem as mentalidades de progredir ou evoluir para novas realidades, tendo em conta que o Mundo vai passar por uma Grande Transformação necessária de resto para uma Nova Era aqui na Terra, onde a Humanidade está cada vez mais em perigo pela sua forma de civilização que está levando o Mundo à destruição.

Por isso, creio num eventual Contacto com Seres de outra ordem evolutiva, vindos do Espaço, que serão talvez os tais 'Anjos e 'Santos' que Jesus refere no seu Sermão Profético para tempos de "Juizo Final" dizendo que viriam sobre as ‘nuvens’ do céu com “poder e grande glória” (no meio de brilho) para fazer aqui uma certa Intervenção. A sua missão é ajudar a salvar a Humanidade e creio que Fátima, entre outros locais no Planeta, pode ser um ponto de recolha onde muitos se encontrarão nos dias de grande atribulação.

Quem puder entenda...

RUI PALMELA

http://www.novaera-alvorecer.net/fatima_seus_segredos.htm

.



Maria Elisa

Mensagens : 73
Data de inscrição : 03/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENTROS PLANETÁRIOS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum