QUE DEUS É ESSE?

Ir em baixo

QUE DEUS É ESSE?

Mensagem  mmartins em Sex 01 Abr 2011, 4:55 pm

Olá amigos,

Está escrito que Deus é misericordioso, todos sabemos disso.
Também sabemos que Deus não perdoa e muito menos julga.
Como um Deus que não perdoa porque não julga pode ser misericordioso?
Nossa.....

Outras 2 farses:
Peça e vos será atendido......
Bata a porta e ela será aberta.....

Que Deus é esse que voce precisa pedir, se humilhar.
O "EU SOU" em cada um de nós não precisa pedir nada, ele ordena, mada. comanda.

Que Deus é esse ue está aguardano voce bate à porta?

Que coisas..

Sejam e simplesmente ordenem e pronto, ordenem que se manifeste.

[]s
mmartins
avatar
mmartins

Mensagens : 228
Data de inscrição : 31/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: QUE DEUS É ESSE?

Mensagem  neferis em Sab 02 Abr 2011, 1:05 pm

Vou contar uma pequena historia que muitos já sabem.
Há éons atrás Lucifer era o anjo mais lindo e o mais amado de Deus.
Deus o abençoou de todas as suas qualidades.
Mas ele sentindo-se poderoso quis ser o próprio Deus, daí degenerou-se em toda espécie de cobiça e ambição.
Lucifer é a luz mental que paira sobre as cabeças humanas e que impede a voz da sabedoria ser implantada nessa Terra. Enquanto ele permanecer nesse trono a humanidade não irá a lugar nenhum.
Assim por esse raio de ação foi que Lucifer criou os estados mentais que a humanidade vive e sofre até hoje.
Existe um último projeto de sua criação para arrebatar os "seus" últimos fiéis.
A mesma historia implantada no céu para atrair os anjos é a mesma história que está sendo contada aqui na Terra.
Sempre digo se os demonios fossem bons Miguel os teria mantido no céu e sabemos que não foi bem assim. Sabemos que eles estão todos aqui na Terra aguilhoando o pobre humano com suas espertezas no intuito de tirar a liberdade verdadeira que cada um merece.
A melhor maneira de fazer isso é contar mais mentiras aos humanos para que eles deixem de crer em Cristo e em Deus.
Criando assim um SUPER-EGO humano.
Vós sois Deuses?
Sim.
Mas sem os EGOS, somente revestidos do CRISTO.
Compreendem como as verdades se misturam?
Tudo parece uma mesma coisa, mas cada coisa tem seu lugar merecido no REINO que é do PAI.
Logo o Cristo e o Pai, são realmente UM.
Apenas isso que queria lhes passar, mas cada um siga a voz de seu próprio coração, mas por favor, SEM EGOS.
Paz,
Neferis.




avatar
neferis

Mensagens : 242
Data de inscrição : 31/10/2010
Idade : 55
Localização : Paraiso Terra

Ver perfil do usuário http://portalparajesus@blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: QUE DEUS É ESSE?

Mensagem  mmartins em Sab 02 Abr 2011, 2:05 pm

Pois é Néferis, voce sabe, mais do que qq um aqui que minhas palavras cortam com flechas. Só eu sei a luta que tive que travar dentro de mim para retirar os véus que me cercava e ninguém vai me desviar do trabalho que tenho e vou fazer.

Um dia li o seguinte em um carro...
As crianças boazinhas vão para Céu e as malzinhas são livres......

A escolha de cada UM.

Para sermos UM com o PAI basta nos reconhecer, nada mais, não existe nem mal e nem bem. Até esses seres, ILUMIN..., são divinos tanto quanto nós.

Pois bem, Jesus da Biblia não exixtiu....Isso tudo é um jogo....Ou voce continua a jogar, MAL e BEM, ou aprende as regras e ascenciona.

De qq forma o PAI, que vive em nós, sempre vai está lá pronto para se juntar a nós.

Essa coisa de SUPER-EGO é bem materialista, até o EGO é divino, tudo É, temso que para de julgar e dizer para cada UM assumir sua divindade, simples assim, rasgando todos os controles que nos impuseram durante uma infinidade de Éons.

Não quero que acreditem em mi, acreditem em voces, só voces são os responsaveis por voces, ninguém precisa salvá-los.

Sobre as datas? Pois é, espere e verá.

Se voce espera um Jesus vindo das nuvens, esqueça essse, é manipulação.
Eles vão tentar manipular à todos e muitos vão cair nas garras deles por mais alguns mil anos.

PAZ
avatar
mmartins

Mensagens : 228
Data de inscrição : 31/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: QUE DEUS É ESSE?

Mensagem  neferis em Dom 03 Abr 2011, 10:53 pm

Pois é amigo Martins.

Jesus sempre existiu. Agora o que cada um faz de seu nome isso estará ao encargo do juízo de Deus.
Não existem dois Jesus, apenas um, agora quanto a manipulação de interesses, isso é outro assunto que dá muito pano pra manga.

Que Jesus virá das nuvens acho isso perfeitamente natural.
Voce escutou falar da Shekiná?
Isso é a nuvem que procede a glória de Deus.

Quando Jesus estava no Monte das Oliveiras esteve a conversar com Moises e Elias que se manifestaram através de uma nuvem.
Logo é mais que natural que sua vinda se dê pelo mesmo processo, isso é uma forma de manifestação da deidade divina que é o PAI.
Ninguém é obrigado a acreditar nisso. Mas cada um é livre para tomar suas decisões. Quando Jesus disse que quem quisesse segui-lo que pegasse sua cruz estava dando a responsabilidade da salvação que é individual em cada ser humano.

Tenha certeza que a nuvem é forma mais alta de manifestação de Poder da Glória do PAI.
Leia abaixo e tire suas próprias conclusões.
Paz,
Neferis

SHEKINAH como: "a glória de Deus manifesta"!

O vocábulo "shekinah" não aparece na Bíblia, é uma transliteração da raiz hebraica "shkn" = habitar. Este termo "shkn" é muito usado pelos TARGUMITAS e RABIS e adotado pelos cristãos. Refere-se à glória visível de Deus habitando no meio do seu povo. Usa-se este vocábulo para designar a presença radiante de Deus, como vista na coluna de fogo, no Monte Sinai, no Propiciatório entre os querubins, no Tabernáculo, no Templo, etc. Embora a palavra "shekinah" não apareça na Bíblia, há alusões à glória de Deus ("shekinah") em diversas passagens.

A seguir, transcrevo alguns comentários 1) J. B. Payne - Encliclopedia Histórico - Teológica da Igreja Cristã - Editor Walter A. Elwell - Sociedade Religiosa Edições Vida Nova. 2) Dicionário Bíblico Vida nova - Derek Williams, ed. 1) "SHEKINAH - A manifestação visível da glória de Deus. Embora as escrituras neguem a existência de qualquer localidade permanente para Deus, descrevem, simultaneamente com a Sua transcedência, a Sua "glória", ou presença apreensível. A glória pode ser expressada no "rosto" de Deus, no Seu "nome" (Ex 33.18-20), no "Anjo" - os aparecimentos pré-encarnados de Cristo - ou na "nuvem" (Ex 14.19). A Shekinah diz respeito à nuvem que cercava a glória (Ex 40.34), parecia uma nuvem pesada através da qual chispam os relâmpagos (Êx 19.9,16).

A Shekinah apareceu pela primeira vez quando Deus conduziu Israel para fora do Egito e o protegeu por meio de "uma coluna de nuvem e de fogo" (13.21; 14.19). A nuvem vindicou Moisés contra os "murmuradores" (16.10; Nm 16.42) e cobriu o Sinai (Ex 24.16) enquanto ele se comunicava ali com Deus (v.18; cf. 33.9). Deus "habitava ( sakan, 25.Cool no meio de Israel no tabernáculo (miskan, "lugar de habitação", v.9; cf. 1 Rs 8.13), que tipificava a Sua morada no céu (1 Rs 8.30; Hb 9.24). A nuvem encheu o tabernáculo (Êx 40.34-35; cf. Rm 9.4); e o uso pós-bíblico, portanto, designou essa manifestação permanente e visível como "shekinah", "habitação" [da presença de Deus]". Pouco depois, em duas ocasiões, "saiu fogo (consumidor) de diante do SENHOR" (Lv9.23; 10.2). Especificamente, Deus apareceu "na nuvem sobre o propiciatório que está sobre a arca" (Lv 16.2; Ex 25.22; cf. Hb 9.5).

A Shekinah conduziu Israel através do deserto (Ex 40.36-38); e, embora a perda da arca importasse em "Icabode [nenhuma glória]" (1 Sm 4.21), a nuvem voltou a encher o Templo de Salomão ( 1 Rs 8.11; cf. 2 Cr 7.1). Ezequiel visualizou sua partida por causa do pecado (Ez 10.18) antes da destruição desse templo, e o judaísmo confessava a ausência dela do segundo templo. A Shekinah reapareceu com Cristo (Mt 17.5; Lc 2.9), o Deus verdadeiro localizado (Jo 1.14; skene, "tabernáculo"; cf. Ap 21.3, = sekîna?), a glória do último templo (Ag 2.9; Zc 2.5). Cristo subiu na nuvem da glória (At. 1.9) e, um dia, voltará dessa maneira (Mc 14.62; Ap. 14.14; cf. Is 24.3; 60.1)." - J. B. Payne - Encliclopédia Histórico - Teológica da Igreja Cristã - Editor Walter A. Elwell - Sociedade Religiosa Edições Vida Nova.

2) SHEKINAH. Esplendor, glória ou presença de Deus habitando no meio do seu povo e o equivalente judaico mais próximo do Espírito Santo. O termo é posterior à Bíblia, mas o conceito está no ensinamento de que Deus habita no meio do seu povo (Êx 29.45s.). A glória de Deus é vista em fenômenos como relâmpagos e nuvens no monte Sinai (Êx 19.16) e a nuvem brilhante que descia sobre a tenda da congregação e guiou Israel pelo deserto (Êx 40.34ss.) .A glória divina também está presente de modo especial no templo e na cidade celestiais (Ap 15.8; 21.23). Foi vista na transfiguração de Jesus (Lc 9.32) e será vista quando Jesus voltar à terra (Mc 8.38). - Transcrito do Dicionário Bíblico Vida nova - Derek Williams, ed.
http://www.instituteffl.com/moodle/mod/resource/view.php?id=1084

avatar
neferis

Mensagens : 242
Data de inscrição : 31/10/2010
Idade : 55
Localização : Paraiso Terra

Ver perfil do usuário http://portalparajesus@blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: QUE DEUS É ESSE?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum